Marechal Casimiro Montenegro Filho

(Prof. Carlos de Moura Neto)

Quando fui procurado pelo Presidente da Comissão de Formatura das Turmas do ITA/1996, para redigir artigo sobre a figura do Marechal-do-Ar Casimiro Montenegro Filho, seguramente fiquei envaidecido e preocupado pela responsabilidade que me foi honrosamente concedida.

A personalidade precursora de Casimiro Montenegro Filho sobressai-se, no cenário brasileiro, como figura ímpar de visionário, não só na sua postura inovadora e revolucionária, como no seu tino administrador. O plano elaborado na década de 40, com o incondicional descortino do Prof. Robert H. Smith, detalha com perfeição o que seria o desenvolvimento de uma aviação genuinamente nacional.

Seria redundante e repetitivo discorrer sobre os aspectos históricos que levaram à criação do Instituto Tecnológico de Aeronáutica e a revolução causada no ensino e na educação do Brasil. O sucesso individual e profissional do Marechal Montenegro foi responsável pelo sucesso coletivo: educacional e científico. Os desafios enfrentados em criar, em transpor barreiras, em vencer competições, em despertar o entusiasmo, em delegar autoridade com responsabilidade, em desenvolver potencialidades e qualidades inatas ou não, merecem o reconhecimento de todos que, coerentemente, professam a bandeira dos ideais iteanos.

A compreensão de que o processo de evolução do conhecimento tecnológico se faz em estreito contacto com as realidades sociais do país, o plano maior de Casimiro Montenegro Filho residia na formação de uma elite de engenheiros, com padrões novos, que continuaram cada vez mais verdadeiros, no Brasil atual.

Cada um de nós que trabalhou, trabalha ou virá a trabalhar neste Instituto, é uma parcela da construção ou da manutenção do que ele possui de mais indestrutível: suas tradições.

Por derradeiro, acredito que, depois de um curso de árduo trabalho, devem permanecer sempre em nossas mentes as palavras do paraninfo das Turmas de 1954, Casimiro Montenegro Filho:

"Ajudastes a construir neste Instituto o que ele tem e terá sempre de indestrutível - suas tradições. A Escola que ora vos confere o grau de engenheiro se orgulha de ser um estabelecimento de ensino e de educação, preocupado em formar técnicos competentes e cidadãos conscientes... A franca discussão entre professores e alunos, a flexibilidade dos currículos constituem a segurança de que, aqui, o dogmatismo não se sobrepõe ao livre exame e à crítica construtiva, e o desenvolvimento do conhecimento não é barrado pelo espírito rotineiro... As atividades extracurriculares são verdadeiros cursos de civismo, num ambiente em que se promove o senso de responsabilidade, a noção de lealdade e o culto do dever... Lembrai-vos, finalmente, de que o cientista e o técnico não se devem embriagar pelas descobertas do mundo físico e, fazendo a abstração da alma, tornar-se exclusivamente agnósticos no método e materialistas nos objetivos... No aperfeiçoamento da técnica, considerarão os engenheiros do ITA as condições de nossa terra, e conduzirão o progresso tecnológico no sentido da satisfação mais larga e justa dos direitos humanos para todos nossos concidadãos".

Turma Águia | Esquadrilha | Senta a Púa | www.davi.ws | ITA 96 | AFA
Última atualização: dezembro de 2008
Atenção: este site não guarda vínculo oficial com a FAB
Para informações, visite www.fab.mil.br